sexta-feira, dezembro 31, 2010

OS NOSSOS DESEJOS DESPORTIVOS PARA 2011

Tal como manda a tradição, de desejos para o ano seguinte, eis aqui os nossos:

MUITA SAÚDE de forma a que possamos transformar os nossos desejos em realidades.

MUITO AMOR de forma a que possamos estar de bem com todos os que nos rodeiam.


XAVIER REALIZAR A MARATONA DE ROTERDÃO e ao concluir fazer o tempo ABAIXO DAS 4 HORAS !!

AMÉLIA REALIZAR NOVAMENTE A 1/2 MARATONA DE HAIA, e ao concluir fazer BAIXAR O TEMPO DAS 2 HORAS !!

DESEJAMOS QUE TODOS OS AMIGOS, QUE PRATICAM OU NÃO DESPORTO, TENHAM TUDO DE BOM EM 2011.

XAVIER E AMÉLIA

segunda-feira, dezembro 27, 2010

Entre Neve e Neve - os treinos continuam!

De neve em neve, estas últimas semanas, não tem sido simples treinar-mos. Existem limitações, que nos deixaram impossibilitados de fazer-mos um ritmo normal de treinos. No entanto existem algumas compensações que tenho feito, quando o tempo dá umas abertas.

Três treinos longos na semana passada deram-me possibilidade de fazer cerca de 60 km, não tendo falhado mesmo no dia de Natal, na Alemanha, no meio de um nevão de cerca de 50 cm de altura, mas que as pistas de bicicleta me permitiram fazer um belo treino.

A Amélia tem-se resguardado, dado que o piso não tem estado para brincadeiras, e teria de se esforçar muito e poderia ser prejudicial para ela, quando as lesões estão práticamente curadas.

A minha próxima prova será a ½ maratona de Egmond ( dia 09 de Janeiro) , é a minha 1a vêz que participo nesta famosa prova no calendário da Holanda. Os vários elementos difíeis da prova ( 7 km na areia da praia), quase sempre muito frio e muito vento, e as dunas, vão ser um teste às últimas semanas, e fazer um ponto de situação ao esquema de treino para a maratona de Roterdão.



TREINO DIA NATAL NA ALEMANHA:

FOTOS DE NEVE DE NATAL :

segunda-feira, dezembro 20, 2010

Treino 20 dezembro 2010 - Na neve !


Hoje foram 26 km de treino, com temperaturas negativas, muita neve na paisagem e um dia de sol magnífico!
Adoro estes dias assim, e treinar desta forma foi excelente.
Na próxima 4a feira há mais uns kilómetros.

O percurso que fiz hoje:

sábado, dezembro 18, 2010

Prova das Pontes Roterão - Cancelada !!!

Neve e neve e mais neve, tem sido a tónica dos ultimos 3 dias na Holanda , mas mesmo muita neve!!
Isto veio cancelar, mais uma vêz, a prova da Corrida das Pontes de Roterdão ( Bruggenlopen), que se realizava dia 19 de dezembro ( amanhã) , e que estavamos muito anciosos em participar, pela mística que a nova organização pretendia realizar. Correr ao final da tarde/inicio da noite, com todos os participantes com lamparinas no braço, ao longo de um percurso de 15 km. Imagino o espetáculo!

Pelo segundo ano consecutivo, a organização da prova, não a pode realizar pois as condições de segurança física dos 5.000 participantes, ficará em risco com o piso completamente congelado e muito perigoso.
Bahh!!Baahhh! Bahhhh!, pois hoje tinha a possibilidade de ter participado na praia( a Amélia não pode fazer provas na praia) numa prova de 16 km, que é fantástica e ainda por cima estava uma tarde excelente de sol, muito frio, mas excelente para fazer a prova, mas o limite de inscrições já tinha ultrpassado, e por outro lado só soube à pouco por e-mail que a Prova das Pontes de Roterdão tinha sido cancelada.

Restou-me lá ir a Scheveningen e ter o prazer de caminhar uns km ao longo da praia, com a máquina fotográfica na mão, e fazer um shots aos meus colegas do clube que participaram, e no final fui lá comer com eles um peixinho frito, que estava uma delícia.
Imagino ( estou sempre a comparar!!) numa prova em Portugal, que o prémio de participação, que é igual para todos (mesmos os melhores classificados) fosse uma sopa, com um peixinho frito ( tipo bacalhau fresco, mas sem espinhas.huuuummm) e no saco de lembranças uma cavala fumada!!,.

Eu já imaginei, e voçês já imaginaram a “querra” que seria. Quem corre por gosto, corre com muito prazer, assim pensam os desportistas Holandeses e eu concordo com eles.

Digo-vos uma coisa, o peixinho estava uma delícia, hum, humm!! E amanhã lá terei para compensar com um treino longo, pelas pistas de bicicletas que estiverem desimpedidas de gelo.

Aqui estão as fotos da prova na praia:


domingo, dezembro 12, 2010

A Roda da Energia - Foi excelente !

Hoje foi um dia muito especial para ambos. Estivemos durante 1 hora a correr na Roda da Energia, que está instalada no Aeroporto de Schiphol ( Amsterdam).
Foi uma experiência magnifica, por termos participado nesta iniciativa do Richard Bottram, e também de correr de uma foma diferente, num local onde passam centenas de pessoas e que todas de uma forma agradável incentivam quem está a correr, acenando a mão ou com palavras. Por outro lado a própria Roda da Energia tem uma cadência agradável, por volta dos 5:45 min/km o que torna esta iniciativa muito descontraída e conforntável em termos da corrida.


Sentimo-nos como uns hamster’s , cheios de felicidade e com um ambiente muito bom. O Richard Bottram é uma pessoa muito simpatico, cada dia ele está lá a fazer 4 horas de corrida, e tem muita boa disposição e agradibilidade para todos os passantes ou para quem participa neste projecto.

Estiveram a assitrir amigos nossos,e a nossa filha Bianca com o namorado fizeram as fotos. No final tivemos direito a um belo duche, no Hotel Sheraton do Schiphol. Uma maravilha!!! E uma coisa é certa vamos incentivar outros a participarem e também decerto vamos voltar, dentro de umas semanas.

Visita o site : www.wheelofenergy.org e assina a declaração sobre o cancro.

segunda-feira, dezembro 06, 2010

Mais uma semana, até Roterdão !!

Depois de uma semana a treinar com alguma neve e com muito frio ( as temperaturas tiveram efeitos de 15 graus negativos), na sexta feira começou a nevar a sério e no sábado durante a manhã tivemos um nevão que teve em pouco tempo cerca de 10 centímetros de altura de neve.

Se por um lado foi um prazer ver um forte nevão e as deliciosas imagens que o mesmo traz, por outro lado, foram uma série de complicações próprias provocadas por estas condições climatéricas.

No Domingo estava no nosso programa de provas, no nosso clube, uma prova de 10 km. Apesar de já estar a desgelar tudo, ainda não estava garantida a segurança dos atletas que seriam cerca de 400, e a organização decidiu, muito bem, cancelar a mesma.

Era um dia festivo na Holanda ( o S. Nicolau) e no geral as pessoas ficam em casa festejando este dia, em que trocam presentes entre eles ( Natal antecipado!), assim sendo restou-nos fazer um treino longo no domingo, pois em muitas das pistas das bicicletas, era possível correr, pois tinham espalhado sal e o desgelo foi mais fácil.

A primeira hora a Amélia acompanhou-me ( ela está a iniciar a preparação para a ½ maratona) e fizemos cerca de 10 km, e depois continuei para alongar o meu treino e fiz mais 1 hora ( no toatal foram 2 horas de treino) e no total fiz 21 km.

Já estou na minha segunda semana, ainda não tive o ritmo e quantidade treinos, que eu tinha desejado e esquematizado, no entanto nesta fase ainda não é muito importante, fazer o esquema rigidamente.

Esta semana que entra vai ser fria, mas com a neve já descongelada, tudo se torna mais fácil, para cumprir o esquema.

E só faltam 18 semanas !!!


segunda-feira, novembro 29, 2010

O caminho até Roterdão já começou !

O frio já chegou em força à Holanda. Nos últimos dias as temperaturas máximas não ultrapassaram os 3 graus negativos, mas tem estado sol, e o tempo tem estado seco. Durante este passado fim de semana, com estas condições climatéricas, foi convidativo a um treino longo.
Esta foi a primeira semana ( ainda faltam mais 19) do meu caminho até à Maratona de Roterdão. Numa semana em que um imprevisto físico aconteceu, com as minhas costas. Fui aspirar o carro na bomba de gasolina e dei aquele mau jeito nas costas, que só começa com um arrepio doloroso numa fração de segundos e sem saber porquê queremos endireitar as costas e já não vai. Amélia tão depressa não aspiro o carro, isto é muito esforço!! Hihhihi

Treinei normalmente na 3a e na 5a feira no entanto reduzi a intensidade dos treinos. Na 3a feira fiz um bom aquecimento e muitos exercícios técnicos, depois fomos fazer 3 séries de 2000 metros e eu optei por fazer só duas, não tendo exagerado no esforço. Foram no total 8,5 km.
Na 5a feira fui com um outro grupo no clube e fizemos um treino semi-longo, com variações de ritmos. Fizemos 15,5 km a um ritmo médio de 5 min/km, e senti-me bem mas certas momentos tinha a dor nas costas a fazer-me lembrar que estava lá.
Estava programado um treino 6a feira, mas que não fiz para me recuperar. Então claro no domingo, fui fazer o treino longo, entre um parque maravilhoso, passei pelo moínho de Monster, a caminho das dunas, onde encontrei centenas de pessoas que passeavam, muitas de corriam e centenas que faziam ciclismo, onde já se via um ligeiro pózinho de neve.
Foi muito bom percorri 21 km a um ritmo de 5 ;21 min/ km, numa temperatura de 1 a 2 graus negativos, com boa música no Ipod, e ainda levemente a dor aparecia, mas já numa faze de menor intensidade. No meio de tudo, ainda « participei » numa prova que se realizava entre a praia e as dunas, e fui apanhado pelo fotógrafo !!!

Esta semana que passou já fiz 45 km no meu percurso para Roterdão, esta semana que agora entra, penso fazer cerca de 55 km, sendo que no próximo domingo há uma prova de 10 km mas depois sigo para um treino mais longo. A Amélia também vai participar na prova e certamente não vai fazer o longo comigo. Ela também vai iniciar a preparação para a ½ maratona de Haia.

Aqui fica o percurso do treino de domingo 27/11/2010:

segunda-feira, novembro 22, 2010

Zevenheuvelenloop - 2010

Zevenheuvelenloop ( ou seja a Corrida das Sete Colinas) em Nijmegen , foi mais uma vêz uma festa do atletismo de estrada.

Nijmegen é uma cidade no interior da Holanda já na fronteira com a Alemanha, é banhada pelo rio Waal e é conhecida pelas suas universidades, pela sua rica história. A região começa a ser diferente do resto da planíce da Holanda, onde começam a predominar os montes, mas de baixa altitude.
Mais um ano em grande, onde participaram cerca de 25.000 atletas, e que correram ( não há caminhadas !!) os 15 km, numa paisagem magnífica, saíndo-se da cidade e entando por estradas no meio dos montes ( por isso o nome das Sete Colinas), entre uma floresta linda, com as cores amareladas e acastanhada própria do outono, num dia em que o sol brilhou ( não é muito comum neste periodo do ano) a temperatura foi de 6 graus, e estava seco, o que consideramos excelente.

A organização é bem profissional, uma das melhores na Holanda, onde todos os pormenores, são considerados. Alguns exemplos :
• Quem se fizer transportar de comboio até à cidade, tem desconto de 50% no preço normal da viagem, o bilhete é logo na altura da inscrição encomendado e é enviado para casa com o dorsal. Por curiosidade foram transportados 15.000 atletas de comboio !!
A partida é dada por diferentes grupos, com diferentes cores no dorsal, que é em função do tempo corrido no ano anterior ou em outras provas de 15 km. Existe uma verificação dos tempos. Então não existe zig-zag para ultrapassagens, e cada um corre dentro do ritmo com os outros colegas. Esta operação até o último grupo partir demora cerca de 50 minutos, mas dá-nos um bom ritmo. Simples os mais rápidos com mais rápidos os mais lentos com mais lentos !

A corrida foi ganha, pelo quéniano Leonard Komon com 41,13 que é o novo record mundial dos 15 km !!!
A nossa corrida ( sim a Amélia está de volta às provas !) sentimo-nos satisfeitos. A Amélia partiu num grupo cerca de 44 minutos após os primeiros partirem, sentiu-se bem da lesão que a vinha afetando, levou alguns minutos a aquecer e a entrar no ritmo. O último kilómetro resentiu-se bastante do ritmo empreendido no inicio, e descaiu , mas fez o tempo de 1:30 :51.

Eu fiz a minha partida 4 minutos depois dos primeiros. Fiz uma prova de tentar manter o mesmo ritmo dos dois anos anteriores. Não tenho feito neste periodo muito treino para aumentar a velocidade e estava a pontar para fazer um tempo entre 1hora e 09 minutos / 1 hora e 10 minutos, numa média de 4 :45 p/km.
Mas abri os primeiros 5 km com 23 ;18 e estava dentro da minha média, sendo os segundos 5 km com 22 :48 e senti-me a melhorar e os terceiros 5 km em 21 :49 = a 4 :22 p/km upss !!. Ou seja foi sempre a aumentar a velocidade e no final 1 :07 :55 que é meu novo record pessoal, nos 15 km !!

Passamos um dia bem a 130 km de casa, participamos numa das melhores provas de atletismo de estrada na Holanda, fizemos o nosso melhor desportivamente. Melhor não teria sido !

Esta semana vou começar o meu caminho até a Maratona de Roterdão ( 10 de Abril 2011) nas próximas 20 semanas, treinar 4 vezes na semana, sendo que os fins de semana, vão ser os treinos mais longos. Vai ser uma maravilha !!!! ainda por cima o meteorologistas prevêm a partir de 5a feira a neve.

CLICAR AQUI PARA VÍDEO DA PROVA XAVIER.....(encontrem-me lá no meio do pessoal)

CLICAR AQUI PARA VÍDEO DA PROVA AMÉLIA
......(encontrem-me lá no meio daquelas girafas todas!)

domingo, novembro 14, 2010

Dia de Treinadores de Atletismo – Holanda

Participei ontem (dia 13 de Novembro) em Nijmegen no Dia de Treinadores de Atletismo. Em conjunto eramos cerca de 1000 participantes, que fomos divididos antecipadamente, aquando da inscrição, por 100 workshops dos mais diversos temas ligados ao atletismo e da corrida em geral.

A Universidade de Nijmegen foi o local que nos acolheu, e tem umas instalações desportivas de grande dimensão e muito funcionais. Entre os workshops que funcionaram ao ar livre e os que funcionaram nos pavilhões desportivos, a organização deste dia esteve muito bem montada. Tudo funcionou à hora marcada e a rotatividade entre os locais dos workshops estava muito bem orientada. No haal central existia um centro de exposição e vendas de tudo o que se possa pensar que envolve o atletismo. Desde artigos de treinos, livros, produtos para os atletas, sistemas informáticos de treinos, sapatos e relógios desportivos, esquemas de corrida, etc., etc,
Não se perdeu tem
po para nada, até o almoço é distribuido de uma forma organizada, em caixinhas, onde constava de 3 sandwiches, uma peça de fruta, e um copo de leite. Também logo na entrada eram entregues sacos a cada participante, com uma série de informações e produtos e uma t-shirt da Asics aluziva ao dia.

Eu participei em 3 workshops – 1 Sobre Variações em formas de corrida – 1 Sobre Correr não se faz só com as pernas – 1 Sobre Força para todos. Devo dizer que mehorei os meus conhecimentos em muitas matérias, que utilize nos treinos do meu clube, mas que certamente vou utilizar mais e melhor e de forma diferente muitas das coisas que aprendi neste encontro. É uma mais valia fantástica, e valeu a pena as cerca de 5 horas de comboio ( ida e volta) e um dia inteiro for a de casa, desde manhã bem cedo ( 6 horas) e voltar bem tarde (20 horas), onde estavam treinadores da Holanda inteira.

Segundo a estimativa existem cerca de 1,3 milhões de pessoas na Holanda, que praticam corrida, nas mais variadas formas , e a Federação tem aqui um papel importante na organização de todo os sistema que está ligado ao atletismo e corrida em geral. Desta forma organiza este evento uma vêz por ano,e vê-se a grande adesão de pessoas a este evento, pois em 3 dias as inscrições ficaram repletas.
Para o ano decerto voltarei !

Tenho sempre este aspecto de comparar as coisas, e sempre me pergunto a mim mesmo….e como será ou seria em Portugal ?



sexta-feira, novembro 12, 2010

WHEEL OF ENERGY - A RODA DA ENERGIA

Wheel of Energy – é um projecto de Richard Bottram, que em 2005, perdeu a sua namorada com cancro no pulmão.
Desde então ele criou uma Fundação de angariação de fundos e entregou-se a esta causa de luta contra o cancro. Ele era atleta de maratona e entre 2006 e 2007, correu uma maratona cada dia durante 1 ano.
Agora enverdou por este projecto « A Roda da Energia » de forma que durante um ano, vai estar sempre a rodar, com a participação de quem quizer ajudar o projecto. Esta roda está na praça principal do Aeroporto do Schiphol (Amsterdão).
Assim cada hora, podem 3 pessoas em simultâneo, participar nesta corrida da Roda da Energia, que tem a dimensão de 8 metros de altura e 3 metros de largura.
Nós vamos agendar brevemente a nossa participação, neste projecto.

http://www.wheelofenergy.org/home.html


domingo, novembro 07, 2010

Parnassia Laan van Meerdervoortloop - 2010

A corrida da Laan van Meerdervoort, teve este ano um percurso diferente dos anos anteriores. O nome desta prova tem como base a maior avenida da europa ( laan van meerdervoort) 6km , que foi palco desta corrida durante vários anos. Este ano a organização e câmara de Haia, decidiram um traçado diferente da prova, e só escassos 1.000 metros foram corridas nessa avenida. No entanto o local de partida e chegada ( em Kijkduin) foi muito bom, assim como o traçado que ficou com asfalto, dunas e na beira mar durante 3 km, deram uma prova mais pesada, mas com uma paisagem bem bonita.

Por questão de precaução física a Amélia, não participou, dado que ela não deve correr em piso de areia , então ficou com a missão de fotógrafa.
Uma manhã que começou bastante chuvosa dava a entender que iria fazer uma prova bem ensopada, mas o S.Pedro lá teve alguma consideração pelos cerca de 2.000 participantes ( em todas as provas) , e o tempo ficou bem agradável umas duas horas antes de ser dado o sinal de partida e durante todo o dia. A prova tinha duas corridas, uma de 5km e outra de 10km e a partida foi em simúltâneo, sendo que o percurso era dividido aos 3 km.

Estávamos um bom número de companheiros do meu grupo de treino, e foi num bom ritmo que iniciamos a corrida, depois de uns primeiros 200/300 metros de slalon, entre os mais lentos. O meu ritmo foi baixo no inicio, esteve entre 4:30 e 4:40 min/km, nos primeiros 5km pois sabia que os outros 5km seriam de subidas e descidas, com cerca de 3km na areia e era bem puxadinho. Por volta dos 3 km tive a companhia do Edgar Pescadinha, que fomos juntos durante quase 5 km, depois tendo ele baixado o ritmo na areia.

No final 48:04 foi o meu tempo, média de 4:45 min/km, na geral fui 257 classificado, entre 1.295 que chegaram à meta. Quer dizer que ainda chegaram 1000 atráz de mim!!!
No geral fiquei satisfeito de participar nesta prova, e o resultado obtido em função do percurso apresentado.
Logo em seguida, dei continuidade com um treino nas dunas com a Amélia e fizemos 9 km em ritmo mais baixo.
Então na totalidade fiz 19 km e senti-me bem. Dentro de duas semanas ( dia 21-11-2010) temos uma prova em Nijmegen, de zevenheuvelenloop 15 km, onde participam 23.000 atletas.





Sfeerverslag LVML from Losse Veter on Vimeo.

sexta-feira, outubro 22, 2010

O FILME DA TAÇA DOS CLUBES CAMPEÕES EUROPEUS DE ESTRADA.


Ficamos a manhã de domingo (17-10-2010) ligados aos rádios locais na Internet ( Sobral e Torres) e um não funcionava e o outro nem uma palavra sobre a prova, ficamos tristes !! Pois ao vivermos na Holanda a Internet é o único meio, que poderia estar em contacto directo. A RTP pela tarde de domingo lá dedicou 3 minutos de imagens da prova, e o site Torrestv, faz agora uma reportagem alargada.

Foi emocionante saber-mos da passagem da prova, pela aldeia que nos viu crecer. Runa sempre foi muito ligada ao desporto, em tempos aureos fomos 7 vezes consequtivas campeões nacionais de luta grego-romana, pratica-se Andebol a bom nível e tivemos em bons temos boas equipas de futebol, e por isso aquelas pessoas acarinham os desportistas de forma diferente.

A prova teve um percurso, que conheçemos de olhos fechados, e o qual é bem puxadinho em termos desportivos, com as tais subidas e descidas, mas com uma beleza envolvente fora do comum.
Se tivesse sido antecipadamente mais divulgada, poderiamos ter ido participar, na prova do Bicentenário ( 15 km), mas quando tivemos conhecimento, estava muito em cima e não dava para a nossa organização pessoal. Consideramos uma pena que só participaram cerca de 200 atletas, mas decerto a organização poderia não estar montada para muito mais atletas. Por vezes é melhor fazer pequeno mas bem feito, e desta forma futuramente tentar dar um salto quantitativo.

Espero que futuramente as Linhas de Torres ( mesmo que sem o Bicentenário e a Taça dos campeões) seja uma prova para ficar em Torres Vedras e no Sobral de Monte Agraço, nesta região interior destes concelhos, e quem sabe nós futuramente podermos participar.
Torres Vedras é um concelho que organiza actividades desportivas de boa qualidade, o Corta –Mato de Matos Velhos, o Grande Prémio Joaquim Agostinho em ciclismo, o Ocean Spirit em desporto de ondas em Santa Cruz, mas parece-nos que faltava uma prova de atletismo desta natureza. Seria importante que a mesma ficasse, e que futuramente fossem envolvidas mais pessoas destes concelhos a participarem, numa prova popular envolvendo os clubes desportivos, que não praticam atletismo, mas a corrida é um elemento importante da prática de outros desportos e poderiam participar nessa prova, com distâncias mais adequadas para esses atletas.

Isto poderia também contribuir, para o envolvimento de mais pessoas da região no atletismo de estrada, e porque não para o aparecimento da tal pista de atletismo de tartan ( projectada para o Paúl há várias décadas), pois é um equipamento desportivo que muita falta faz a Torres Vedras e à região.


segunda-feira, outubro 11, 2010

1/2 Maratona de Bruxelas 2010

10-10-2010 é uma data interessante para fazer alguma coisa que nos fique na memória. Foi o que fizemos este fim de semana na nossa ida a Bruxelas.
Com dois dias de sol radiante, uma temperatura muito agradável, uma cidade muito acolhedora e bonita, foi quanto bastasse para um fim de semana muito bom. A juntar a tudo isto e como objectivo principal era participar na ½ maratona de Bruxelas.

Tinhamos previsto ambos participar nesta prova, mas Amélia ainda não está no momento preparada para estas distâncias, então fui fazer a prova no meu ritmo.

Fomos no sábado para aproveitar o passeio pela cidade, e foi muito agradável, fomos levantar o meu dorsal na Expo Marathon, instalámo-nos num hotel junto do local da partida ( Parque do Centenário), ali mesmo ao lado da Comissão Europeia.
No domingo foi levantar cedo, pequeno almoço reforçado, preparar o chek-out do hotel ( porque quando reservei já não tinha vagas especiais para os atletas da maratona, onde poderíamos fazer o chek-out até 16 horas), deixar tudo no carro e irmos até ao local da partida ( cerca de 15 minutos de distância).
Eram 9 horas e lá partiram os atletas da maratona ( cerca de 2.500), a ½ maratona era só às 10 ;30 horas e estavam inscritos cerca de 6.000 atletas.
O local de partida é fantástico ( Parque do Centenário), o ambiente estava muito bom, música para o warming-up, local para deixar o saco para ser transportado até ao local de chegada ( Grand Plaats – no centro de Bruxelas), local muito amplo para os atletas, ninguém a empurrar ninguém para ter o melhor local de partida, tudo muito disciplinado e às 10 ;30 h em ponto lá foi dado o tiro de partida. Demorei cerca de 1 minuto e eu fazia a minha partida o que é muito bom. Mas lá fui o primeiro km em ritmo baixo até passar alguns dos mais lentos, mas nada de dramático.
Logo de seguida encontro a Amélia a fazer umas fotos, e entrei no ritmo normal, mas logo de seguida o empedrado das ruas junto do Palácio Real, é muito desconfortante durante cerca de 1,5 km, assim como a entrada e saída em dois túneis.

Pelo 5 km encontro alguém que tinha no equipamento a palavra Viseu, claro era Português como eu e troquei com ele umas palavras de «desejo de boa corrida ». Depois veio o ambiente envolvente com os parques, o piso alcatrão mais muito plano, eram motivos de ter um bom ritmo na corrida. Os abastecimentos eram a cerca de 4km uns dos outros, àgua Extran e isótonico Extran, melhor não poderia ser, e comecei a sentir-me muito bem a partir do 8 kilómetro, sem esforço a rolar por volta dos 4 :45 min/km, o ipod com música dos U2, Madonna, SantaMaria, Bruce Springsteen, os palácios e as largas avenidas de Bruxelas e a 2a passagem pelo Parque do Centenário aos 18 km, maravilha !!
Entre os 15 e 16 km tinha tido uma pequena quebra de ritmo numa longa subida, aqui alguém me fala em Português um « olá amigo, viva Portugal », e dá-me a mão e incentiva-me e retribuí, claro mais um Português, que me reconheceu, pois eu tinha nas costas uma pequena bandeira portuguesa ( deu-me para isto desta vez !).Sabe bem estes incentivos na nossa língua !
Depois da subida, comecei a ver a longa reta até e depois do Parque do Centenário, é reconhecido pelo lido arco triunfante, aumentei um pouco o ritmo e resiti muito bem.
Aos 20 km lá estava de novo a Amélia, para mais uma foto na reta final, e lá fui até à meta de chegada instalada no centro da cidade ( Grand Plats), onde as ruas estreitas com milhares de pessoas a incentivavam os atletas, num ambiente magnífico, e uma chegada mediática.

O meu tempo de prova, considero muito bom, 1 :41 :33. Fui 1025° entre 4906 atletas que chegaram ao final. Na minha categoria ( Homens 50 anos) fui o 50° entre 284 que participarame chegaram no final. Foi o meu 3° melhor tempo na ½ maratona, por isso estou satisfeito com este resultado desportivo.
Sobre a participação nesta prova ( que engloba a Maratona e a ½ maratona) é algo que aconselho. A organização está muito bem montada e tudo a que a envolve é de excelente qualidade. É cidade que muitas vezes visitamos e nunca tinha imaginado chegar numa prova de atletismo numa praça tão bonita e tão medática.
Decerto que para o ano de 2011 estarei de volta !!



Nossas Fotos 1:


Nossas Fotos 2:

segunda-feira, outubro 04, 2010

Campeonato de Haia 2010-2011 e BTT


Fim de semana foi bem desportivo. No sábado (dia 03 de Outubro) corremos a primeira prova desta época ( 2010/2011) do campeonato de Haia de Estrada, e no domingo ( dia 04 de Outubro) com mais 3 colegas do meu clube, fomos até Bergschenhoek ( perto de Rotterdam), fazer um circuito de 15 km de BTT.

A prova de estrada de Haia, ( organizado pelo HaagAtletiek) é um circuíto de 10 km entre a pista e as dunas, com 5km cada volta.

O dia estava muito agradável ( 22 graus para esta época do ano é muito bom), o vento não era muito intenso, mas sentia-se o ar com muita humidade.

A grande dificulade deste circuíto é entre o 3° km e depois por volta do 7° km, em que existe uma subida longa com alguma acentuação, mas de resto é tudo plano. Também tem uma beleza, natural pois é nas dunas, com muitas àrvores , que com o outono começam a cair as folhas, dando um colorido muito bonito com os altletas a fazerem a prova.

A Amélia está a entrar na forma dela, pois já comea e estar num ritmo muito melhor e quase poderemos dizer que os azares das lesões já lá vão. Agora lentamente é ganhar mais ritmo. Fêz a prova de uma forma bem relaxante, sem esforçar e dividindo o esforço constante na corrida. No final 56 :04, o que consideramos excelente, pois não se pode esperar mais neste momento. Entre 218 atletas ficou em 196ª

Eu estou numa faze de preparação, com vista à ½ maratona de Bruxelas no próximo fim de semana, e senti-me muito bem. A dosagem de esforço foi bom, aos 5km tinha 22 :40, o que dava uma média de cerca 4 :30 min/km. Na 2a volta na subida foi mais lenta, mas depois aumentei o ritmo nos últimos 3 km e no final tinha 44 :56. Entre os 218 atletas fiquei em 80° .

No domingo ( dia 03), com um sol radiante, e com mais 3 colegas do meu clube fomos até perto de Rotterdam no parque de actividades desportivas Rottemeren, fazer um percurso de BTT. Cerca de 1 hora e meia num sobe desce constante, entre bosque, campos, canais, entre carreirinhos e um terreno muito irregular, com cada volta cerca de 7,5 km.

Foi uma manhã bem passada, em contacto com a natureza, fazendo um desporto que eu também gosto muito de fazer.

Foi a 1a vêz que lá fomos, mas ficamos entusiasmados, para lá voltar mais algumas vezes, quando se proporcionar no nosso calendário de provas.




domingo, setembro 26, 2010

Treino de fim de semana

O nosso programa desportivo deste fim de semana teve de ser alterado. Para o Xavier estava programado uma prova de 10 milhas (16,1km), mas tendo em consideração vários factores ( gripe ; a prova de Amsterdam ; o ritmo baixo nos últimos treinos ; e dentro de 2 semanas a ½ maratona de Bruxelas ; etc) o treinador deu o conselho de não participar neste domingo nesta prova.

Então hoje (domingo) como alternativa fizemos um treino semi-longo de ritmo baixo. Com a Amélia fizemos este treino, que é ir a Kijkduin (junto das dunas) ir pelo bosque de Ockenburg. Fazemos este percurso muitas vezes, dado que é plano, rondando por dentro do parque Madestein, e como estamos fora da cidade não existem os sinais luminosos que sempre interferem com o andamento.

Quando chegamos já aqui ao lado de casa( com 11 km) a Amélia ficou em casa e o Xavier seguiu pelo Zuiderpark, e rodou a um ritmo mais elevado e fêz mais 6,5 km. No final totalizou 17,5 km a uma média de 5 :54 min/km.

A Amélia está a ter um ritmo bem interessante, está a ter mais capacidade para as longas distâncias.Tudo isto deixa-nos bem satisfeitos para o calendário que se apróxima nas próximas semanas.Estamos inscritos para uma série de provas, até ao inicio do ano de 2011.

Entretanto a Amélia já está com uns novos sapatos de correr que são muito bons da Nike Lunar Glide 2 . E como teve o discuido, de colocar o Ipod da velha geração na máquina de lavar junto da roupa desportiva, teve a minha prenda da semana o novo Ipod Shuffle.


Hoje assistimos à ½ maratona de Lisboa, e lamentamos que apesar de 35 mil participantes, só alguns vão correr a sério, e o público fica em casa a dormir, pois as ruas estavam desertas, e com falta de calor humano. É algo que nos falta em Portugal…Cultura Desportiva !!

segunda-feira, setembro 20, 2010

DAM TOT DAM 2010 - Uma prova maravilhosa!


A corrida Dam to Dam de domingo 19 de setembro em Amsterdam, foi mais uma vez sensacional. A organização mais uma vez prestigiou os atletas, com tudo o que existe de boa qualidade e com muitos voluntários a estarem a altura de ajudar uma organização que teve a participação total de 55 mil atletas nas várias provas. Só a prova « raínha » teve a participação de 35.000 atletas, que iniciaram a partida às 11 ;00 horas e pelas 15 :00 estava o último grupo de 2.00 atletas a partir. Segundo numeros da organização, durante o percurso da prova, estiveram a assistir cerca de 200 mil pessoas. Os atletas e acompanhantes foram transportados gratuítamente entre Amsterdam/Zaandam e vice-versa por cerca de 50 autocarros duplos dos transportes públicos da cidade de Amsterdam. Os cerca de 800 voluntários que colaboram nas várias tarefas organizativas, são muito amáveis e sempre correctos com todos os atletas. Nos camiões para transporte dos equipamentos, na organização das partida e chegada, durante os abastecimentos, e em muitas outras tarefas os voluntários são a cara de uma organização perfeita.

Tanto na partida e chegada são colocadas centenas de wc e urnióis ecológicos, mas também durante o percurso junto dos abastecimentos existem dezenas desses elementos importantes às necessidades de emergência fisiológica.

Enfim é algo que só visto e de participado é que poderemos dar a nossa avaliação.

Sobre a nossa prova, ele esteve quase assombrada para a Amélia, quando na 3a feira durante o treino sofreu uma lesão na virilha. Felizmente quando sentiu a dor parou logo, levou toda a semana com muita dose de gelo e repouso total até à passada 6a feira, quando fomos fazer uma avaliação e ela sentiu-se bem. Bem quer dizer, estava apta a correr mas sem o ritmo que ela tem vindo a fazer, mas participar nesta festa da corrida em Amsterdam era o objectivo dela.

A nossa partida com os atletas de competição e élite, era às 11 ;05 h, mas eram 9 ;30 h estavamos em Amsterdam depois de uma viagem de combóio, porque é o melhor meio de transporte para este tipo de actividades.
O tempo estava feio e escuro e ameaçava de vez em quando com uns pingos de chuva. Mas lá nos fomos equipando com un friozinho desagradável, colocar os equipamentos ( ipod e relógios) em ponto, entrega do saco no camião e pelas 10;30h seguimos até à nossa grelha de partida, com 20 minutos de aquecimento pelo meio lá chegamos por volta da 11 :50 h, onde ainda fizemos os ultimos alongamentos e movimentos de teste para ver se tudo estava bem com a Amélia. E tudo estava a 100%. Foi dado o tiro de partida e a recomendação à Amélia de que o ritmo teria de ser muito lento, para não haver problemas e ela chegar ao final.

Eu acelerei o meu andamento e depois do tunel IJ ( cerca de 1.600 metros de comprimento) e com 2km de corrida começa a chuva a ter uma maior intensidade e que estava a saber muito bem, e assim durou até por volta dos 8 km. Mas era uma chuva que sabia muito bem porque a intensidade não era grande e refrescava a temperatura do corpo com a corrida. O meu ritmo estava entre os 4 :44 m/km e os 4 :50, e estava-me a sentir bem, para o periodo após gripe. Na ponta final já dentro de Zaandam nos últimos 2,5 km, com as ruas cheias de público, com muitos locais com música, o entusiasmo aumenta e consegui manter o mesmo andamento quando o cansasso já se fazia chegar.
A Amélia fez o que lhe era possível, num ritmo de cerca de 6 :00 m/km, o que foi excelente dada as complicações dos últimos dias e também depois da longa ausência provocada por outra lesão.
No final ela estava muito feliz por ter feito esta prestação e também de não ter problemas na virilha.

OS NOSSOS RESULTADOS :


633
Jose Xavier Sparta - 10 Engelse Mijl wedstrijd - 1:17:27
Participantes que terminaram 468 – classificação 276°
Na categoria de idade ( Homens 50anos) fui 33° entre 46 participantes

1372
Amelia Xavier Sparta -10 Engelse Mijl wedstrijd - 1:39:47
Participantes que terminaram 468 – classificação 414ª
Na categoria de idade ( Mulheres 50anos) fui 15ª entre 46 participantes

Resultados online
no site Dam tot Dam, clica aqui
>>>>>

Cerca das 14 ;30 horas já estavamos de novo de regresso em Amsterdam, e ainda haviam atletas que iam partir até Zaandam, e nós a caminho da estação de comboio, para regresso a Haia, bem felizes pelo nosso dia bem passado e com energia e a certeza que no próximo ano, se tudo correr bem lá estaremos de novo a 18 de Setembro de 2011. Eram 18;15 h recebemos um e-mail da organizacão da prova com o nosso resultado online. E hoje já estavam os vídeos e as fotos no site. Isto é fantástico!

Certamente vamos correr no próximo ano para ajudar a uma organização de luta contra o cancro, e juntar dinheiro para essa organização. Esse é o nosso objectivo ! Depois diremos como será isto.

CURIOSIDADES:

Vídeo da Prova Xavier ( 5km/10km/15km e Chegada) clicar aqui >>>>>>


Video da Prova Amélia (5km/10km/15km e Chegada) clicar aqui
>>>>>>


A PROVA Xavier no site GARMIN


A PROVA Amélia no site GARMIN


RESUMO ELABORADO PELA TV NORTE DA HOLANDA