segunda-feira, abril 21, 2014

MARATONA DE ROTERDÃO - 2014

Maratona de Roterdão pela 4a vez consecutiva, foi o meu desafio para este ínicio do ano de 2014. É caso para dizer, depois de fazer o percurso por 3 vezes, já está reconhecido e portanto há que correr e não olhar para o lado, para não perder tempo!

Mas mais uma vez, este ano o que envolveu esta Maratona é algo inexplicável. São os milhares de pessoas que assistem a esta prova ao longo do percurso, é uma organização que deu assistência a cerca de 13.000 participantes na Maratona, com cerca de 1.000 (mil) voluntários, é um ambiente arrepiante de emoção tudo o que envolve a Maratona de Roterdão.

Este ano a preparação para a minha participação na Maratona de Roterdão, tive alguma exigência pessoal e mais cuidado na mesma preparação. O objectivo principal era terminar a prova bem, se fosse dentro das 4 horas seria óptimo, se tivesse perto do meu recorde pessoal (3:44:15)seria excelente. Com estes elementos fui fazer esta minha 8ª Maratona, e senti-me muito bem nos últimos dias que antecederam a prova. Especialmente a semana antes da Maratona, foi muito cuidada, com treinos de series bem leves e com duas sessões de massagem, que deram muita descontração muscular.

Foi um dia de levantar cedinho, muito descontraído, tomar um bom pequeno almoço, sem estress e não ter nada mais em que pensar, senão ir de carro até a Roterdão, e ficamos num estacionamento bem perto do Colsingel ( local da partida), dirigir-me para as tendas gigantes montadas  de suporte aos atletas, como local de troca de roupa e onde existia um banho bem quentinho no final. No dia anterior já tínhamos ido buscar o dorsal e passado pela expo-Marathon no WTC .

Dirigi-me para a partida, com outros colegas e amigos que também foram participar na Maratona, fiquei colocado no setor E, e pensei com os meus botões, daqui a pouco vai ser complicado ultrpassar esta massa de gente, que tem no meio certamente muitos mais lentos que eu, mas enfim! A partida em Roterdão é muito bonita com o artista local LeeTowers cantando live “ You’ll Never Walk Allone”, torna-se sempre emocionante, com milhares de atletas e pessoas do público a fazerem o acompanhamento vocal e coreográfico com os braços no ar. Fantástico...!!

O que eu não tinha previsto é que eu estava exatamente na linha divisória da segunda partida. Ou seja para não fazerem uma grande aglomeração, a organização faz uma segunda partida com os atletas mais lentos, com os setores E/F/G/H..etc, o que me colocou ali mesmo na frente para a 2ª partida...maravilha. Quando foi dado o tiro de partida, eu tive na cabeça do grupo durante 3 km , com milhares de pessoas a incentivar e as avenidas completamente vazias....excelente!! Aí assim que observei o que estava a fazer, tive de colocar o travão no entusiasmo ( estava a fazer tempos de 4:10 / 4:15 min/km) e passei os 5 km com 24:32, ophàah !! estava mais que bom!!

Depois já com uma massa de atletas os outros blocos de 5 km em 5 km foram constantes, e num ritmo que eu tive “medo de mim mesmo”, pois não estava a contar manter este ritmo, e pensava que entre os 30/35 km iria “pagar” esta minha audácia de fazer uma maratona a este ritmo. Encontrei a Amélia no habitual ponto de encontro dos 28 km e disse-lhe que me estava a sentir muito bem. Cheguei aos 35 km e apesar do cansaço sentia a dar luta para os 7 km restantes e sem as habituais dores musculares nos gémeos. Então não arrisquei e mantive o mesmo ritmo, porque queria preservar a sensação de ir terminar uma Maratona na casa das 3 horas e 30 minutos. Óh que sensação maravilhosa aos 40 km, passei por centenas de atletas, que íam em dificuldades, inclusivê atletas meus conhecidos que em outras provas são bem mais rápidos do que eu. Por volta dos 41 de novo a Amélia e disse-lhe...”vai ser Record Pessoal...yesss!!”. Embalei até à meta e por “ali abaixo” foi só ultrapassar e não ser ultrapassado, nunca tive esta sensação, e no Colsingel marcou 3 horas 32 minutos e 08 segundos. Meu novo Record Pessoal da Maratona.

Depois foi dirigir-me muito lentamente até ao local de balneàrios saborear um belo banho bem quentinho ( em 2013 estava bem geladinho!), e logo de seguida festejar com a Amélia, que sempre me tem apoiado nestas grandes aventuras dos últimos anos, que nunca tinha imaginado alguma vez fazer, nem tampouco correr a este ritmo.

Agora venham de lá mais umas aventuras, e as próximas já estão programadas para 2014.

VÍDEO DA MINHA MARATONA DE ROTERDÃO 2014 

video






Um comentário:

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Oh Xavier...isso é que foi um dia BOM!!! Sim, porque podemos ter o treino todo feito mas muita coisa influencia no dia da prova, muita coisa nos pode afectar...mas se pode ser negativamente, o contrário também se aplica e nesse dia oXavier estava em grande e terminour maior!!! Que espectáculo de prova a sua. Adorei a descrição das sensações vividas ao longo dos kms... 3h32m08s!!! Muitíssimo bom! muitos Parabéns!!! Beijinhos para o Xavier e também para a Amélia! e o ambiente por aí...ui, deve ter ajudado também ;) deve ser fabuloso!