terça-feira, agosto 07, 2012

TNLO - 2012

Dia 04 de Agosto participei no TNLO em Óbidos, na prova de 26 km. Teve um objectivo especial esta minha participação no TNLO, em primeiro rever amigos que fizemos ao longo destes anos, atravéz do nosso blogue, mesmo que com alguns foi um encontro muito curto, e outro objectivo era de fazer um treino mais forte nesta fase na minha preparação à Maratona de Amsterdam. Encontei os amigos que já conhecia pessoalmente ( o António Almeida e a família, o Joaquim Adelino e a filha Susana, o campeão Luis Mota e a Susan) e foi com imenso prazer que conheci o Orlando Duarte e o Mário Lima. Foram maravilhosos estes encontros e deixou o desejo de os encontrar novamente, gente muito simpática.
Para mim foi a segunda vêz que participei num Trail e simultâneamente em Óbidos( 2010 e 2012).Foi uma prova muito mais dura este ano do que em 2010, onde alguns pormenores do percurso foram alterados, para melhor, e com mais emoção desportiva. Adorei a forma de como esteve a organização, para a qual dou os meus aplausos, e muito especial o conjunto de voluntários que fazem deste prova um suporte importante, para que tudo funcione a 100%. Parabéns aos organizadores e voluntários.
Gostei do percurso, da passagem nos trilhos de canaviais e pelos eucaliptais e as fazendas agrícolas. Gostei de molhar os pés com barro no riacho, gostei de escalar o rochedo, e gostei da parte complicada de subir e descer junto do castelo. Não gostei ( e aqui a culpa não é da organização) da apatia dos milhares de pessoas que estavam na rua principal de Óbidos, no percurso entre a partida simbólica e partida oficial. Este público, apanhado de surpresa, com a passagem de 600 atletas, parecia que estava a ver passar um funeral, ou um cortejo de maluquinhos do manicómio. Que povo mais deslavado desportivamente. Só para comparar, uma prova desta natureza, com passagem num local lindo como é Óbdios, se fosse na Holanda, estariam todos a aplaudir vigorosamente os atletas.
A minha prova, com o nosso sobrinho Fernando Ferro, que vive na Alemanha e pela primeira vêz participou numa prova desportiva, pois faz corrida há vários anos, mas para consumo pessoal, e nunca participa em provas, teve como base, saírmos juntos, corrermos juntos e chegarmos juntos, e tudo isso aconteceu.
O tempo que fizemos, desde a partida oficial, foi de 2 horas e 58 minutos, penso que foi muito bom, por tudo o que encontramos pelo caminho. Fiz esta prova com os meus sapatos FiveFingers e foi excelente, apesar de ter sido considerado de "ganda maluco aquele gajo com aqueles sapatos". Gostei dos comentários e da maneira brincalhona do pessoal que participa nestas provas.

Nota final : TNLO é uma prova bem organizada,e de muita categoria. A ver se volto em 2013, por minha vontade sim!.

5 comentários:

Susana Adelino Pinto disse...

José Xavier, que participação extraordinária e gostei de ler nas suas palavras o prazer que teve em passar os diversos obstáculos do percurso.
O cómico de tudo é que o Xavier meteu-se comigo variadas vezes desde a partida e eu não estava a ver quem era apesar de saber que o conhecia e só no final ao ver a sua esposa é que associei, as minhas desculpas eheheh
Gostei muito de os rever!
Parabéns!

Jorge Branco disse...

Que pena eu ter lá ido para o poder conhecer pessoalmente.

Verdade somos um povo mesmo deslavado mas os 48 de fascismo e os governos que temos tido presentemente podem ter contribuído para isso.
Mas a verdade é que os Espanhóis também tiveram o Franco e são muito mais animados!

Abraço.

Luis Nunes disse...

Xavier, não tive o prazer de o cumprimentar pessoalmente, mas o lufa, lufa daquele dia e noite não permite dar atenção aos atletas, e eles eram mais de 550. Obrigado pelas palavras elogiosas. Quanto aos "participantes em funerais" são os "desportistas" que temos no país mas que do alto da sua prática desportiva exigem que os nossos atletas tragam medalhas olímpicas, mas eles nem conseguem levantar os braços para aplaudir quem pratica desporto.

Anônimo disse...

Olá Xavier’s!

Com toda a sinceridade vos digo, o prazer de os conhecer foi recíproco e aqueles três, quatro minutinhos que tivemos juntos e trocámos meia dúzia de palavras foi, de facto, um grande momento associado a uma grande prova muito bem organizada e superiormente conduzida por três bons atletas e excelentes pessoas!

Por fim, dizer que tenho uma grande admiração por quem deixa para trás a sua terra natal para vencer a vida com toda a dignidade e hombridade! Porém, acrescento que mais admiração tenho por vós face à vossa postura que não é muito habitual na maioria dos nossos emigrantes, basta dar uma olhadela pelo vosso blogue: http://josexavier.blogspot.pt/...

Um bom regresso aos treinos para a Amélia e boa continuação de treinos para Amesterdão para o Zé!

Orlando Duarte

Jose Xavier disse...

Caros Amigos;

Agradecemos as palavras simpáticas que aqui nos deixaram. Afinal este é um lugar (os blogues) em que podemos partilhar as nossas opiniões, e as coisas que nos dá prazer de fazer. Nós pelo menos é assim!.

Ao longo da vida temos vivido a 100% na Holanda e mantemos uma ligação cultural muito forte com Portugal. A nossa identidade é algo que não se apaga com uma simples borracha, e apesar de fazer-mos algumas observações a Portugal e ao comportamento dos Portugueses é porque para além de tudo temos algo mais, que é sempre um outro termo de comparação no país onde vivemos.

Praticar desporto tem sido sempre algo que tem existido cá em casa, ou os pais quando mais jovens ou as filhas, durante o interregno de quase 20 anos, que por razões varidas nós não praticamos. E este tem sido o nosso caminho dos últimos anos. Depois associamos as facilidades da existência da internet e desta forma conhecemos/conversar-mos/ contactar-mos com pessoas que têm o mesmo modo de vida de nós é sem dúvida algo que gostamos de fazer.

É neste contexto que têm surgido estes amigos/as fantásticos que temos vindo a contactar e que são importantes no nosso hobby desportivo. Porque nós somos uma família que gosta muito de conviver e conhecer pessoas.

Obrigado e bem hajam.

Um abraço dos Xavier